15ª Semana da Física - 2011 | Projecto

 

A Semana da Física tem capacidade para receber entre 1800 a 2000 alunos durante os 5 dias de funcionamento. Após uma cerimónia de abertura a decorrer durante a manhã do primeiro dia, iniciam-se as visitas das escolas. Estas têm uma duração de cerca de 3 horas, nas quais estão incluidas a visita ao Circo da Física, uma sessão de Planetário ou um mini-curso. As escolas que visitam o IST são ainda convidadas a assistir a palestras. Após a visita das escolas, a exposição permanece ainda aberta de modo a permitir que alunos, docentes e funcionários do IST a explorem.

O documento com todos os detalhes do projecto da SF15 pode ser encontrado em formato .pdf aqui.

 

Circo da Física

O Circo da Física é, desde a primeira edição, o ex-libris da Semana da Física sendo que se trata de uma exposição interactiva com experiências de grande componente didáctica que permitem explicar efeitos físicos popularmente considerados impossíveis ou estranhos e que as pessoas, geralmente, não compreendem. Desta forma, os visitantes terão oportunidade de perceber a razão pela qual se podem deitar numa cama de pregos sem se magoarem, ou porque motivo apanham choques de electricidade estática de tempos a tempos. Tratam-se de experiências que despertam a curiosidade pela ciência em geral, tendo, habitualmente, uma enorme aceitação junto de qualquer público devido ao seu grande carácter lúdico aliado a um forte aspecto educativo.

[Topo]

 

Planetário

Nas sessões de planetário é dada a hipótese aos visitantes de aprenderem a identificar as constelações do Zodíaco do nosso céu nocturno, estrelas de destaque, como a Estrela Polar, planetas do nosso Sistema Solar e alguns fenómenos espaciais que ocorrem com alguma frequência no universo. As sessões são sempre acompanhadas de uma perspectiva histórica que nos revela os motivos por trás da actual denominação de certas constelações e estrelas, o que facilita a memorização e compreensão. Para além disto, ainda serão distribuídos mapas celestes de leitura facilitada para complementar as sessões e servir como recordação numa próxima oportunidade que o visitante volte a olhar o céu.

[Topo]

 

Observações Astronómicas

Ao longo da 15ª Semana da Física serão realizadas observações astronómicas nas instalações do Instituto Superior Técnico, dando assim uma oportunidade ao público em geral de complementar as sessões de planetário com uma verdadeira observação astronómica.

[Topo]

 

Mini-cursos

Os mini-cursos que o NFIST apresenta aos seus visitantes tentam abordar temas científicos de interesse de uma forma bastante acessível para qualquer estudante. O rigor da matéria exposta está assegurado, uma vez que esta informação resulta frequentemente de trabalhos realizados por nós, estudantes do Mestrado Integrado em Engenharia Física Tecnológica, que posteriormente são corrigidos e revistos por docentes.

Caos

Inês Almeida, 4º ano de MEFT

Após uma breve introdução histórica sobre a descoberta dos fenómenos caóticos, estudam-se alguns sistemas físicos e matemáticos com comportamento caótico. Estes servem de apoio para se perceberem intuitivamente alguns dos conceitos e propriedades por detrás deste novo ramo da ciência, que possui aplicações nas mais diversas áreas do conhecimento.

Evolução Estelar

Miguel Cunhal, CENTRA

Todos nós somos feitos de poeira de estrelas!
Esta não é apenas uma frase bonita. Na verdade se não fossem as estrelas, planetas como a Terra nunca poderiam existir. Venham descobrir mais sobre a vida destes astros fantásticos (desde a sua formação até ao seu termo) e qual a fonte da sua imensa energia.

Mecânica Quântica

Miguel Romão, CFTP

(a aguardar resumo)

Radioactividade

(a confirmar),

Neste mini-curso são abordados conceitos de Física Atómica e explicados os mecanismos de decaimento radioactivo e a sua importância no mundo actual.

Relatividade

(a confirmar),

A Teoria da Relatividade continua a constituir um desafio para a nossa mente. Aqui pretendemos explorar os seus pressupostos e melhor explicar as suas consequências, numa linguagem rigorosa mas acessível ao público em geral.

Taquiões

João Penedo, 4º ano de MEFT

A teoria da Relatividade Restrita de Albert Einstein descreve efeitos que não são familiares à nossa escala de velocidades, como a quebra completa da noção de simultaneidade. Um dos seus postulados é o valor finito da velocidade da luz no vácuo, que representa um limite. Mas um limite tem dois lados...
Será feita uma introdução informal à relatividade restrita com o objectivo de enquadrar a hipotética existência de partículas mais rápidas que a luz na teoria.

Experiências em Ciência

(a confirmar),

Só se aprende fazendo! Este é um mini-curso diferente, onde são todos convidados a descobrir a Ciência através de pequenas experiências.

[Topo]

 

Palestras às 12h00

Ao longo da 15ª Semana da Física existirão diariamente palestras vocacionadas para os visitantes da exposição, maioritáriamente alunos do ensino secundário. Os oradores são reconhecidos professores ou alunos de mestrado da nossa casa. O NFIST tem especial preocupação na selecção dos oradores, de forma a assegurar que os temas abordados e, principalmente a forma como são abordados, são do interesse dos visitantes. Desta forma, desde logo está assegurado o rigor científico transmitido de uma forma simples mas com forte carácter educativo.

Do infinito ao infinito

Pedro Abreu, LIP-Lisboa
18 de Outubro, Terça-Feira: 12h00, Salão Nobre

(a aguardar resumo)

1001 coisas que sempre quiseste saber sobre Astronomia

Miguel Cunhal, CENTRA; João Fortunato, IPFN
19 de Outubro, Quarta-Feira: 12h00, Salão Nobre

(a aguardar resumo)

A Física do Surf

Pedro Bicudo, CFTP
20 de Outubro, Quinta-Feira: 12h00, Salão Nobre

Após uma breve digressão pela metereologia e pela oceanografia, abordamos a origem das ondas de superficie oceânicas, a sua propagação, e o surf junto à nossa costa. Detalhamos os perigos do surf e os perigos existentes para os banhistas, bem como as técnicas para escapar a estes perigos e usufruir das praias. Por fim relacionamos o surf com o desenvolvimento nacional.

Sismos: Uma visão global da sua ciência

Ana Domingues, ICIST
21 de Outubro, Sexta-Feira: 12h00, Salão Nobre

Registos históricos relatam, desde há muitos anos o acontecimento de eventos sísmicos. Estes movimentos bruscos da Terra, inicialmente atribuidos a obra divina, ocorrem um pouco por todo o globo, inclusivé em Portugal, recorde-se o famoso dia 1 de Novembro de 1755. Mas como são desencadeado estes eventos? Como são estudados? Existe algum tipo de previsão? Será que estamos suficientemente preparados? A resposta a todas estas perguntas será dada durante esta palestra.

[Topo]

 

Tertúlias às 18h00

As tertúlias terão lugar ao fim da tarde, sendo o seu público-alvo os alunos do IST, particularmente do Mestrado Integrado de Engenharia Física Tecnológica. Pretendem ser não só um espaço de divulgação de ciência de ponta, mas também um momento de reflexão sobre a evolução do IST e de MEFT e os novos rumos que o nosso país e o mundo irão tomar. Mais do que uma palestra, este evento pretende ser uma troca de ideias entre oradores e visitantes. De novo, o NFIST tem especial cuidado na escolha dos temas e oradores para estas tertúlias, com vista a alargar os horizontes de conhecimento dos alunos do IST.

100 anos de Solvay

Alfredo B. Henriques, CENTRA
17 de Outubro, Segunda-Feira: 18h00, Salão Nobre

(a aguardar resumo)

Física em Portugal

(a confirmar), CENTRA; (a confirmar), CFIF; (a confirmar), CFTP; (a confirmar), IPFN; (a confirmar), GDNL; (a confirmar), LIP
18 de Outubro, Terça-Feira: 18h00, Salão Nobre

(a aguardar resumo)

Quem quer físicos?

(a confirmar),
19 de Outubro, Quarta-Feira: 18h00, Salão Nobre

(a aguardar resumo)

Oh MyLEFT!

(a confirmar),
20 de Outubro, Quinta-Feira: 18h00, Salão Nobre

(a aguardar resumo)

Conversas sem matéria

Rui Moreira, CFCUL
21 de Outubro, Sexta-Feira: 18h00, Salão Nobre

(a aguardar resumo)

[Topo]

 

Copyright © 2006-2011 NFIST, Todos os direitos reservados.

[XHTML 1.0] [CSS]